Galo nas quartas de final da Copa do Brasil

Galo, em Feira de Santana, perde o jogo, mas ganha a classificação no placar agregado. Venceu no Mineirão por 2 a 0 e perdeu ontem por 2 a 1. 3 a 2 no agregado.

O Bahia fez 2 a 0 no primeiro tempo, na falha do Éverson, que foi enganado pelo quique da bola aos 11 minutos no chute de Rossi. O Bahia foi melhor, o Galo não jogou nada e tomou o segundo gol aos 53 depois do apagão dos refletores e fechou a etapa inicial com a vantagem de dois gols.

Na volta do segundo tempo, Cuca promoveu três substituições, colocando Vargas, Dylan e Nacho Fernández. O Galo melhorou e aos 17 minutos chegou ao gol, no cruzamento de Dylan e Vargas marcou. Até os 30’ o Atlético dominou, controlou o jogo. O Bahia adiantou o seu time e passou a pressionar a saída de bola do Galo, que no contra ataque quase marcou com Dylan, num passe açucarado do Hulk e o Dylan chutou errado, perdeu a melhor oportunidade de empatar. O Galo não fez um bom jogo, deu pro gasto. Vitória do Bahia por 2 a 1, sofrido para o Galo que no placar agregado classificou para as quartas de final.

 
Luxemburgo no Cruzeiro

03/08/21

Vanderlei Luxemburgo acerta a sua volta ao Cruzeiro para sequência da Série B. É a terceira passagem do treinador pelo time mineiro. Luxa terá a missão de salvar o Cruzeiro de mais um rebaixamento e direcioná-lo para o G4. Salários em dia dos jogadores foi uma das exigências do técnico campeão da tríplice coroa. Luxemburgo deve chegar a BH até amanhã para ser apresentado ao elenco e pode estrear no sábado contra o Brusque, em Santa Catarina.

 
Brasil já garantiu 17 medalhas em Tóquio

03/08/21

A cinco dias do fim dos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil já garantiu a conquista de 17 medalhas e se aproxima de sua melhor campanha na história do evento. A delegação nacional viveu nesta terça-feira (3) seu dia mais premiado desde o início das competições. Somente nesta jornada, o país foi ouro na vela com Martine Grael e Kahena Kunze, e bronze com Alison dos Santos e Thiago Braz no atletismo e com Abner Teixeira no boxe.

Além destes quatro pódios, o Brasil garantiu mais duas medalhas, com a classificação de Bia Ferreira para as semifinais do boxe (será ao menos bronze) e a vitória da seleção brasileira de futebol contra o México na semifinal, assegurando a prata. Além deles, Hebert Conceição também será ao menos terceiro colocado no boxe, e lutará sua semifinal na quinta-feira. Desta forma, o Time Brasil já chegou à sua segunda melhor campanha olímpica da história em total de medalhas, igualando as 17 obtidas nos Jogos Olímpicos de Londres-2012 e Pequim-2008.

Com muitas provas a disputar nos próximos dias, a tendência é que o país iguale ou até supere seus próprio recorde. O melhor resultado da história foi na Rio-2016, com 19 pódios.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 8 de 210