Melou o jogo entre Brasil e Argentina ontem na Arena Corinthians, depois de 4 minutos de bola rolando

06/09/21

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Polícia Federal interromperam a partida entre Brasil e Argentina, em função de desobediência por parte da AFA - A Associação do Futebol Argentino, de mandar a campo os jogadores Lo Celso, Romero e Emiliano Martínez. Antes da partida, havia uma determinação da entidade sanitária para que o trio e o suplente Emiliano Buendía fossem deportados.

De acordo com a Anvisa, Giovani Lo Celso, Cristian Romero, Emiliano Buendía e Emiliano Martínez não poderiam entrar no Brasil pelo fato de terem passado pela Inglaterra nas últimas semanas, eles mentiram em seus relatórios  dizendo que não passaram pelo Reino Unido, o que foi desmentido com o carimbo do passaporte.

O certo seria que o grupo realizasse uma quarentena de 14 dias antes de desembarcar em território nacional, conforme previsto na Portaria Interministerial nº 655/2021.

Segundo a Conmebol - A Confederação Sul-Americana de Futebol, caberá à Fifa - Federação Internacional de Futebol, se posicionar sobre continuidade ou não da partida. Entidade não informou quando se manifestará sobre desfecho da partida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

 
Governo dará R$ 0,50 de desconto por kWh para quem reduzir gasto de energia entre 10% e 20%

01/09/21

O governo anunciou nesta terça-feira (31) um programa que dará desconto na conta de luz dos consumidores residenciais e pequenos negócios que reduzirem de forma voluntária o consumo de energia. O programa tem duração prevista até dezembro, mas pode ser prorrogado.

Ganhará o bônus quem diminuir o consumo de energia entre setembro e dezembro em, no mínimo, 10% em relação ao mesmo período de 2020. O desconto vai valer até uma redução de 20%. As regras foram publicadas em edição extra do "Diário Oficial da União".

O desconto será de R$ 0,50 por cada quilowatt-hora (kWh) do volume de energia economizado dentro da meta de 10% a 20%. Quem economizar menos que 10% não receberá bônus, e quem economizar mais que 20% não receberá prêmio adicional.

A comparação será feita com base no somatório do consumo ao longo dos quatro meses – ou seja, o acumulado entre setembro e dezembro de 2021, na comparação com a soma das mesmas quatro faturas de 2020.

Uma vez feita essa comparação, se houver uma redução no consumo de 10% ou mais, o governo diz que creditará o desconto na conta subsequente, em janeiro de 2022.

Também nesta terça, o governo anunciou um novo patamar de bandeira tarifária para as contas de luz de todo o país. A "bandeira tarifária escassez hídrica" deve entrar em vigor nesta quarta-feira (1º) e adicionar R$ 14,20 às faturas para cada 100 kilowatt-hora (KWh) consumidos. A medida permanece válida até abril do ano que vem.

A decisão para criação de uma nova bandeira tarifária foi tomada em meio à crise hidrológica que afeta o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas, principal fonte geradora de energia elétrica no país.

 
Buser oferece viagem grátis dentro de Minas de 08 a 22 de setembro

31/08/21

Plataforma de mobilidade anuncia promoção inédita que presenteará os mineiros com viagens de graça dentro do Estado a partir de 08 de setembro, sem limite de embarques por passageiro

A plataforma de intermediação rodoviária do país, a Buser lançou ontem uma promoção inédita em Minas Gerais: todas as viagens dentro do Estado realizadas entre 08 e 22 de setembro serão gratuitas. Ao todo, são mais de 75 destinos, somando 256 trechos.

A promoção, que já aparece disponível para reservas no site e aplicativo da Buser, vale para todos os usuários que se cadastrarem na plataforma e buscarem rotas entre cidades mineiras operadas por parceiros da startup dentro do modelo de fretamento colaborativo – modalidade na qual os passageiros dividem a conta final do frete e cujas viagens geralmente já são 60% mais baratas do que as empresas de ônibus convencionais. Não há limite de viagens por CPF e o volume de viagens agendadas depende da disponibilidade dos parceiros.

Mesmo enfrentando pressão política na Assembleia Legislativa de MG, onde um projeto de Lei pode inviabilizar as operações de fretadores, a startup que nasceu em Minas segue operando e apostando no estado, praça onde ela tem mais de 1 milhão de usuários cadastrados. E agora dá uma forte demonstração de carinho pelo povo mineiro. Trata-se de mais uma iniciativa de estímulo ao turismo interno e de fomento à economia promovida pela maior plataforma de intermediação rodoviária do país.

Recentemente a Buser anunciou um plano de expansão em Minas, lançando 20 novas cidades em território mineiro e mais de 75 novas rotas intermunicipais e interestaduais - que passaram a conectar esses municípios e outros onde ela está reforçando a presença, como Itabira, Governador Valadares e Montes Claros, que contarão com novas conexões.

“Resolvemos presentear o estado com uma ação inédita para a gente e para o mercado. A Buser nasceu em Minas, por isso temos um carinho muito grande pelo povo daqui. A ideia é que mais mineiros conheçam o nosso jeito de viajar e assim apoiem a inovação junto com a gente, pois ela é o único caminho para a democratização do transporte rodoviário”, afirma Marcelo Abritta, co-fundador e CEO da Buser.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 3 de 210