Banner
Usiminas usa 90% de sua capacidade

Usiminas prevê terminar 2009 com quase a totalidade de sua capacidade produtiva
AUsiminas aposta em consolidação da recuperação da economia nos próximos meses e espera terminar o ano com uso de até 90% de sua capacidade instalada de produção de aço. A indústria siderúrgica foi fortemente atingida pela crise global que se agravou em setembro do ano passado, após o colapso do banco de investimentos dos Estados Unidos, Lehman Brothers. Com o mundo em recessão, a demanda por aço se retraiu e usinas de muitos países cortaram produção.
Nos meses recentes, com a melhora das perspectivas da economia global, a procura por produtos siderúrgicos começou a aumentar e os preços vêm se recuperando. A Usiminas não informou a utilização atual em suas usinas. Em julho, a siderúrgica reativou dois altos-fornos em suas unidades industriais de Ipatinga e Cubatão.
“Com um cenário mais favorável, a companhia deverá alcançar entre 80 e 90 por cento de sua capacidade até o final de 2009, mantendo ainda um dos altos-fornos da usina de Ipatinga inoperante, até que se confirme o crescimento sustentável da demanda,” informou a companhia em relatório que acompanha o resultado do terceiro trimestre, divulgado na quinta-feira pela diretoria da empresa.

Lucro
A Usiminas teve lucro líquido de R$ 454 milhões de julho a setembro, queda de 23% na comparação com igual período de 2008, mas avanço em relação ao ganho de R$ 369 milhões apurado no segundo trimestre deste ano. Parte importante do lucro no terceiro trimestre veio na linha financeira, com resultado líquido positivo de R$ 243 milhões, com a valorização do real ajudando a dívida em moeda estrangeira.
Ao comentar o desempenho nos três meses até setembro, a diretoria da Usiminas destacou “o aumento do volume de produção de aço bruto foi de 93% e o volume de vendas cresceu 43%, quando comparados aos do segundo trimestre do ano passado, portanto, o momento mais crítico, os resultados econômicos da Usiminas começam a dar também sinais de recuperação. A geração de caixa do trimestre, medida pelo Ebitda, registrou expressivo aumento de 220%  em relação ao trimestre anterior, alcançando R$ 374 milhões,” salientou a Usiminas.
Os resultados foram anunciados com mais duas informações importantes: A siderúrgica mantém esforços para reduzir estoques e cortar custos e a implantação da nova usina de placas, em Santana do Paraíso, permanece suspensa, pelo menos até julho de 2010.
Aniversário
A empresa completa 47 anos nesta segunda-26

 
Privatização da 381 não está descartada

Embora o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Minas Gerais (Dnit), Sebastião Donizete de Souza, tenha afirmado que a BR-381 não será privatizada, o Governo Federal anunciou que o leilão de concessão da rodovia será realizado em abril de 2010. A expectativa era de que o Tribunal de Contas da União concluísse análise do edital de leilão até julho passado, para que o documento pudesse ser publicado em 10 de novembro.
Dessa forma, o leilão seria realizado até 10 de janeiro de 2010. No entanto, de acordo com o balanço do PAC divulgado recentemente, a expectativa é que o edital seja publicado no final de fevereiro de 2010 e o leilão ocorra até, no máximo, 10 de abril do próximo ano. A proposta é defendida pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), convocada para buscar uma solução “mais em conta” para duplicar a estrada, mas sem as grandes obras para modernizar a BR-381.

Mudança
Por outro lado, uma determinação da Casa Civil da presidência da República pode determinar o cancelamento do leilão e o prosseguimento da duplicação pelo modelo proposto pelo Dnit, que prevê a modernização da estrada, com custos maiores, mas com a solução que a estrada precisa.

 
Servidores de Timóteo cogitam paralisação

A queda de braço entre a Prefeitura de Timóteo e os servidores em relação ao reajuste salarial parece não ter fim. Nesta semana o Sindicato dos Servidores Públicos de Timóteo (Sinsep) fez mais uma reunião improdutiva com a governo municipal. O presidente do Sinsep, Israel Arcanjo, disse que a PMT negou novamente qualquer reajuste e pediu 60 dias para sinalizar algum aumento. “Daqui a 60 dias o ano já acabou e vamos entrar o 2010 no prejuízo”, reclamou Israel. Cansados de não terem avanços, os servidores ameaçam fazer uma paralisação nos próximos dias.

A primeira parada estava prevista para 9 de agosto, mas com a troca de prefeito em 24 horas, quando Sérgio Mendes (PT) foi empossado e Geraldo Hilário retomou ao cargo por força de liminar. “Com a troca de prefeito não pudemos fazer a paralisação. A administração deixou claro que não tem condição de conceder nada agora. Como não temos mais perspectiva para esse ano, não vemos outro caminho senão a paralisação”, declarou o presidente do Sinsep. Os servidores pedem aumento de 15,23%, mas até o momento a prefeitura só atualizou as progressões horizontais para cerca de 900 funcionários. “Temos cerca de 3 mil servidores. Essa medida não atendeu a todos”, frisou Israel Passos.

 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Próximo > Fim >>

Página 22 de 33

Publicidade

cartao_renato_eupido.jpg