Banner
Metalúrgicos da Arcelor rejeitam terceira proposta

ACampanha salarial 2009/2010 dos trabalhadores da ArcelorMittal continua sem definição. Na última semana, 1.480 metalúrgicos participaram das assembléias no Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Coronel Fabriciano e Timóteo (Metasita), para votar a terceira proposta da empresa. A votação secreta resultou em 830 votos contra e 650 a favor da contraproposta, que previa aumento de 4,5% retroativo a 1º de novembro, Participação nos Lucros de R$ 3.200, mais composição de 70% do salário-base com valor mínimo de R$ 4.200 e manutenção das cláusulas vigentes.

O sindicato apresentou à empresa uma nova proposta que consiste em aumento real 2%, retorno de férias de 95% para todos os trabalhadores, adicional de insalubridade, registro de hora extra mais controlado e discussão da jornada de turno. A diretoria do Sindicato convoca os trabalhadores para nova assembléia nesta terça-feira-29.

 

Usiminas

Na Usiminas o panorama é o mesmo. Nesta segunda-feira-27, as negociações entre o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Ipatinga (Sindipa) e a Usiminas Mecânica serão retomadas, às 10h, na sede da empresa. Para a oitava rodada de negociações, o sindicato espera receber, no mínimo, uma contraproposta com ganhos reais, abono maior e a criação de uma comissão para avaliar a implantação da jornada de 40 horas semanais.

De acordo com o presidente do Sindipa, Luiz Carlos Miranda, uma nova assembléia será convocada no decorrer da semana caso a UMSA apresente outra contraproposta. “A proposta anterior rejeitada por 64% não será colocada em votação novamente. Se a empresa apresentar uma proposta digna, que valorize os trabalhadores faremos uma nova assembléia com a categoria”, afirmou o presidente.

 
Inscrições abertas para seleção pública na PMT

Estão abertas as inscrições pública para preenchimento de 403 vagas nas áreas de saúde, assistência social e educação da Prefeitura de Timóteo. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas somente até o dia 28 deste mês pelo site www. timoteo.mg.gov.br. As provas serão realizadas no dia 16 de janeiro, às 9h, em locais a serem divulgados no site da prefeitura. A contratação será de até 12 meses, prorrogável por igual período.

Na Secretaria de Saúde, são oferecidas 263 vagas para atender ao Programa de Saúde da Família, Programa Farmácia Popular e Programa de Combate às Endemias. Na educação, são oferecidas 84 vagas para atender ao projeto de educação inclusiva. Na assistência social, são oferecidas 57 vagas para atendimento do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Bolsa Família, Programa de Atenção Integral à Família, Proteção Social aos Adolescentes, Enfrentamento e Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes e Projovem Adolescente.

 
Câmaras terminam o ano com pendências

As últimas reuniões ordinárias da Câmara Municipal de Coronel Fabriciano e a Câmara de Timóteo foram marcadas pela pendência de importantes projetos para a sociedade. Em Timóteo, o Projeto de Lei nº 3395/09, que dispõe sobre a política municipal de saneamento ambiental, foi retirado de pauta da reunião de quarta-feira (16). A discussão do tratamento de esgoto na cidade só será retomada em fevereiro de 2010 em função do recesso parlamentar. A presidente da Casa, Guaraciaba Gomes (PMDB) alegou que o projeto ainda precisa ser mais discutido com a comunidade e conhecido pelos vereadores. O prefeito Geraldo Hilário (PDT), se disse decepcionado com a posição do Legislativo e acredita que reverterá a situação ainda neste ano.

Em Coronel Fabriciano, mais uma vez a queda de braço política entre Legislativo e Executivo se sobressaiu sobre o interesse coletivo. Na sessão de terça-feira (15), o Projeto de Lei nº 1881/09 que prevê a realização de concurso público para a Câmara Municipal, foi reprovado por 6 votos a 3, apesar de ter passado por várias mudanças feitas em comum acordo entre os vereadores. O projeto foi elaborado após determinação do Ministério Público e tramitou na Câmara desde o dia 27 de outubro. A bancada governista, que entrou com a representação pelo concurso no MP, alegou que não aprovou o projeto porque o Sindicato dos Servidores Públicos de Coronel Fabriciano não foi consultado. Atualmente a Câmara possui 38 funcionários comissionados e só três efetivos.

A outra pendência em Coronel Fabriciano é em relação ao Orçamento 2010, cujo projeto referente de nº 1861/09 foi devolvido para o Executivo nesta semana. O valor do orçamento é de R$ 208.641.557 milhões. A Mesa Diretora pediu que corrigisse o percentual de remanejamento financeiro da Prefeitura, que pedia 20% quando a Lei de Diretrizes Orçamentárias prevê 5%. No entanto, o prefeito Chico Simões (PT) disse que não devolverá o projeto neste ano. Isso inviabilizará o recesso parlamentar.

Eleição

A única definição na Câmara de Coronel Fabriciano será a realização da eleição da nova Mesa Diretora, amanhã, às 10h, no plenário da Câmara. As especulações de bastidores apontam os nomes de Francisco Lemos (PDT), Luciano Lugão (PSB), Canídia (PT) e José Cleres (PSB), como concorrentes à presidência. Andréia Botelho (PSL) que é pré-candidata a deputada estadual avisou que não pretende tentar a reeleição da presidência da Casa. O novo presidente poderá trocar todos os 38 funcionários de confiança se quiser.

18/12/09

 
<< Início < Anterior 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 Próximo > Fim >>

Página 25 de 46

Publicidade

acil s.jpg