Banner

O acesso ao estacionamento dentro da área da Usiminas está limitado. Apenas funcionários selecionados podem guardar seus veículos na área. A medida foi tomada assim que o novo presidente Marco Antônio Castello Branco assumiu o controle da empresa. Por causa disso, a maioria dos funcionários que vão para o trabalho de carro ou moto tem que deixar seus veículos na rua. O problema é que isso causa uma série de transtornos. O local mais crítico é a Portaria do bairro Bom Retiro. O grande volume de veículos deixados próximo a entrada afeta quem trafega pelo local. Algumas motos são deixadas até nas calçadas, expondo motociclistas a multas e tirando o espaço dos pedestres andarem.

Uma funcionária da empresa, que não quis se identificar, relatou que desde a mudança tornou-se comum a ocorrência de furtos de motos e arrombamentos em carros. Ela que vai para o trabalho de motocicleta confessa que fica tensa durante o expediente em relação ao risco que corre. “Deixamos a moto fora e rezamos para nada acontecer. Isso é muito ruim até para o nosso rendimento”, contou a funcionária. De acordo com ela, alguns colegas de trabalho já cogitam a possibilidade de vender o veículo por não ter lugar seguro para guardá-los durante o expediente. “Outros optam por usar os ônibus mesmo ficando refém de horários escassos”, comentou.

Grande parte do problema está ligada a má iluminação das imediações da portaria do Bom Retiro. “Precisamos de mais  policiamento no local também. Já aconteceu de eu sair do trabalho e ver pessoas usando drogas perto da minha moto. Precisamos de um estacionamento decente. É um direito do qual não podemos nos furtar”, reclamou.

Empresa afirma que situação é temporária

Por meio de nota, a assessoria de imprensa da Usiminas informou que “atualmente, por conta das obras que estão sendo realizadas na Usina de Ipatinga – investimentos necessários para a sustentação dos negócios e abertura de novas oportunidades de desenvolvimento – o acesso de carro à unidade está temporariamente restrito, por uma questão de disponibilidade física e, principalmente, de segurança. Entretanto, melhorias estão sendo estudadas pela empresa. A Usiminas tem se dedicado ao desenvolvimento de projetos voltados para o transporte de seus colaboradores, com foco na segurança e bem-estar de cada um deles”.