Banner

Athletico-PR é campeão da Copa do Brasil

O Athletico-PR  é o primeiro time paranaense a conquistar a Copa do Brasil, Na noite desta quarta (18), no Beira-Rio, venceu o Internacional, por 2 a 1, e, como já havia ganhado o primeiro jogo, semana passada, em Curitiba, por 1 a 0, ficou com a inédita taça e com a vaga na Copa Libertadores de 2020, e faturou R$ 64 milhões.Público no Beira Rio foi de  44.804 pagantes (50.355 no total).

A partida desta quarta foi muita pegada, disputada palmo a palmo pelas duas equipes com ingredientes de nervosismo, ansiedade, provocações, pressão. O Internacional partiu pra cima do Athletico-PR desde os minutos iniciais. O time paranaense começou bem postado no campo de defesa, suportando a pressão colorada. Mesmo jogando mais fechado, foi o Athletico quem saiu na frente, aos 23 minutos, com Léo Cittadini, depois de belo passe do argentino Marco Rubén. Atrás no placar, o Inter não tinha alternativa diferente de continuar atacando. Até ser premiado com o gol de empate, marcado pelo uruguaio Nico López, aos 30 minutos, em um lance de bate e rebate dentro da área. Os gaúchos continuaram a pressão, mas o 1 a 1 ficou até o fim do primeiro tempo.

Na  segunda etapa o Inter seguia no campo de ataque, mas o Athletico, bem fechado e apostando nos contra-ataques, era mais perigoso. O time gaúcho parecia sem forças para incomodar o goleiro Santos. Com o passar do tempo, o ânimo colorado foi arrefecendo, e o gol do título ficando cada vez mais distante. O Furacão, por sua vez, tocava a bola de forma inteligente. No último minuto do jogo, Marcelo Cirino fez uma jogada fantástica e tocou para Rony marcar o gol do merecido título do Furacão.

 
ESPORTES

 
ESPORTES

 
ESPORTES

 
Mano Menezes não é mais o técnico do Cruzeiro

O anúncio foi feito pelo próprio treinador no fim da noite desta quarta-feira em entrevista coletiva no Mineirão, ao lado do gerente de futebol, Marcone Barbosa, e do diretor de futebol, Marcelo Djian, após a derrota por 1 a 0 para o Internacional, pelo duelo de ida das semifinais da Copa do Brasil.

São 18 jogos e uma vitória. “No futebol isso não se sustenta", declarou o treinador. De acordo com Marcelo Djian, a decisão pela saída de Mano foi tomada em conjunto com a diretoria. O técnico Mano Menezes foi vaiado por parte da torcida do Cruzeiro durante o jogo contra o Internacional.

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 13