Banner

Geral


NARDYELLO CASSADO

O Juiz Eleitoral de Ipatinga, Thiago Grazziane Gandra acatou pedido de cassação feito pelo Ministério Público do prefeito Nardyello Rocha (MDB) e o vice Célio Aleixo (PV), eleitos nas eleições extemporâneas em junho deste ano. No processo Nardyello fica inelegível pelo período de oito anos, contados a partir de 3 de junho.

Segundo a sentença, Nardyello usou a máquina administrativa para angariar votos, quando exercia interinamente o cargo de prefeito, devido ao afastamento do ex-vice-prefeito Jésus Nascimento, que já substituía o prefeito cassado Sebastião Quintão.

Entres os fatos considerados abusos de poder econômico e político, acatado no processo, foi a antecipação do pagamento dos salários dos servidores da ativa, nos meses de abril e maio e dos aposentados e pensionistas, no período eleitoral. Além do uso dos trabalhos de comissionados na campanha. “Entre o que é lícito e o que é ilícito, há o que é abusivo. Não há dúvida quanto à sanção de inelegibilidade”, cita o juiz em seu despacho.

O magistrado prossegue na sentença: “por outro lado, o segundo investigado Célio Aleixo, não exercia nenhum cargo que lhe conferia poder de atuar na realização dos atos reconhecidos como abusivos. Não os praticou, nem com eles contribuiu. Deste modo, não há que se falar em sua inelegibilidade. No entanto, se beneficiou de tais atos abusivos e, assim como o primeiro representado, deve ter o seu diploma de vice-prefeito cassado”.

Como foi em primeira instância, o prefeito permanece no cargo até o julgamento em segunda instância, no TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais).

 
Capa

 
Notícias

 
Notícias

 
TURISMO

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 47