Banner

Bundalização do Brasil

Tarcísio Barbosa

Já houve quem propusesse a carnavalização do Brasil. O que é perfeitamente factível, pois é assunto dos mais sérios. A pizzação - transformação de tudo em pizza - já está sendo feita pelos nossos políticos. Em Brasília tudo acaba em pizza.
Eu, especialista em generalidades, proponho coisa das mais sérias – a bundalização do Brasil, pois toda propaganda passa pela bunda. E algo mais também. A bunda vende de tudo. CD para vender tem que ter bunda. Programa de televisão para dar ibope tem que ter bunda. Propaganda de cerveja não vem sem uma boa bunda. Cantores de sucesso têm bailarinas mostrando a bunda.  Sucesso no rádio só falando de bunda. Revista para vender tem que ter bunda. Muitas mulheres só obtiveram sucesso porque mostraram a bunda. Se você quiser manter seu emprego, proteja a bunda.  Para se proteger do vírus de bruço, tampe a bunda. Quando você fizer besteira, faça cara de bunda.
Até o presidente, dom Lula II, já apelou para a bunda. “O brasileiro não levanta o traseiro do banco ou da cadeira para buscar um banco com juros mais baixos. Reclama toda noite dos juros pagos e no dia seguinte não faz nada para mudar.” Bravo, senhor presidente! Pois quando disse traseiro estava pensando na bunda.  Eu, de minha parte, sou pela bundalização da economia. Já que a globalização não deu muito certo. Eu, cidadão brasileiro em pleno gozo de meus direitos constitucionais, preconizo que os economistas do governo – federal, estadual e municipal – devem levantar a bunda de suas cadeiras e sair para trabalhar ao invés de ficar por aí falando pela bunda.
Faremos no momento adequado a marcha das bundas pela moralização do país.
Ao invés dos caras pintadas de antanho, faremos as bundas pintadas da atualidade. As bundas unidas jamais serão vencidas! Marcharemos sobre Brasília. Parafraseando a campanha do petróleo é nosso da década de 50, gritaremos a bunda é nossa. E exigiremos a criação da Bundabrás. A marcha, com todo mundo de bunda de fora, será liderada pela Rita Cadilac, cuja forma calipígia dispensa qualquer comentário. Exigiremos do Ministro da Cultura que a bunda seja tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional.  Numa segunda etapa, iremos a Nova Yorque e solicitaremos à Unesco que a bunda brasileira seja declarada Patrimônio da Humanidade, como as cidades de  Ouro Preto e Olinda. Pediremos a quem de direito que declare a bunda de utilidade pública, para que seja isenta de taxas e impostos.
Et brasiliana bunda regnabit per omnia saecula saeculorum. (E a bunda brasileira reinará por todos os séculos dos séculos.)

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

 
TRANSPLANTE ÓSSEO

OTransplante de ossos e tecidos é um procedimento relativamente novo. O Transplante Ósseo começou a ser realizado durante a Segunda Guerra Mundial, quando não existia alternativa de tratamento para os soldados gravemente feridos. No Brasil, o transplante ósseo começou a ser realizado durante a década de 70 na ortopedia médica e, no inicio do século 21 passou a ser realizado pela Odontologia brasileira, com a finalidade de implante dentário. Assim como existem bancos de sangue, também existem os bancos de ossos e tecidos, tendo em vista que eles podem ser armazenados para serem aproveitados posteriormente, diferentemente do que acontecem com órgãos vitais como coração, rins, pulmão entre outros.
O Ministério da Saúde é o órgão responsável pela regulamentação dos bancos de ossos instalados no país e, para garantir a confiabilidade dos transplantes ósseos realizados, o Ministério da Saúde, juntamente com o Sistema Nacional de Transplantes são responsáveis pelo cadastro e credenciamento dos bancos de ossos. A grande maioria dos bancos de ossos do país segue as orientações da American Association of Tissue Banks (AATB), órgão que regulamenta os processos para a obtenção, processamento e esterilização dos enxertos ósseos (Bruna Oliveira, ABOMI).
Apesar da doação de ossos e tecidos ser desconhecida de grande parte da população brasileira, existe uma demanda muito grande pela doação de tecidos músculos-esqueléticos (tendões, ligamentos, músculos e, é claro ossos). O que acontece é que em grande parte dos hospitais, ainda não se tem profissionais aptos a explicar como é o procedimento de retirada dos ossos, prejudicando o processo de captação (Bibliomed, 25 de junho de 2003).

* Filipe, M., Aquino, C., Lana, C.S., Bréder, V. Alunos e Docentes do Curso de Biomedicina – Unipac - Ipatinga

 
A pessoa empreendedora é apaixonada pelo que faz

Dalmir Sant’Anna

 

Estudos sobre a atividade empresarial na década de 40, na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, estabeleceram o conceito de "motivação para a realização" e a identificação de um elemento psicológico crítico no empreendedor, direcionado para o "impulso de melhorar". Gradativamente, o perfil empreendedor passou a acumular outros elementos com a sensibilidade de praticar o exercício de saber ouvir, o desejo de inovar e a capacidade de identificar oportunidades através da paixão pelo trabalho realizado. Ao contrário de sempre reclamar de algum problema, da ausência de oportunidades e de constantes desculpas, o empreendedor busca superar desafios e procura aproveitar cada oportunidade como um momento único para surpreender. Você conhece alguém com estas características?

Observe que diante destas atitudes de ouvir, treinar, inovar e ser uma pessoa apaixonada pelo que realiza, o empreendedor passou por inúmeras transformações e neste período contemporâneo pode ser presença nos diversos setores da economia e, nos mais diversificados ambientes do mercado de trabalho. Com brilho nos olhos, o empreendedor é capaz de relatar seu processo de mudança e desejo contínuo de encantar através da ruptura do comodismo, alternativas para inovar e superar expectativas. Observe que ao procurar um empreendedor, os dois fatores a seguir são presença nos traços de comportamentos e personalidade.

Empreendedor não limita seus conhecimentos - O que levou as panificadoras a funcionarem por 24 horas? O que levou postos de combustíveis a oferecerem serviços de conveniências? O que levou uma empresa a criar pizzas refrigeradas para serem aquecidas no aparelho de microondas? O que será que levou uma empresa de chocolate a colocar um brinquedo dentro do doce e em formato de um ovo? Sem dúvida foi o empreendedorismo presente em mulheres e homens, que não limitaram seus conhecimentos, mas somaram suas idéias com estudos realizados pelas mais diversas ciências para comprovar que o empreendedor precisa conhecer ao máximo o negócio onde está inserido. Após o Brasil conquistar a estabilidade monetária, o empreendedor desenvolveu maiores possibilidades de acertos, compromissos, planos e metas. Foi através da estabilização da moeda que o mercado para as inovações passou a ser favorável ao empreendedor, que intensificou mudanças em alavancar novos negócios e gerir idéias para a otimização das margens de lucro. Neste sentido, o empreendedor passa a ser uma pessoa inquieta com seus próprios conhecimentos e não limita o esforço de aprender continuamente. Você conhece pessoas que com frequência respondem "não sei"? Pois, para uma pessoa empreendedora esta resposta dificilmente será proferida, pois ao perceber que desconhece algo sobre o seu próprio negócio realiza alguma pesquisa sobre o assunto. Note que uma pessoa empreendedora que é apaixonada pelo que faz, além de trabalhar mais horas, participa de constantes treinamentos, mas busca aprimorar seu próprio desenvolvimento pessoal.

Empreendedor procura encontrar felicidade - Conversei com uma pessoa que trabalha em uma empresa há dez anos. Depois de ouvir o relato de suas experiências, esta pessoa não parava de reclamar da empresa, das ações do seu líder, do clima organizacional e de maneira negativa não demonstrava satisfação com o seu trabalho. Depois de ouvir toda sua experiência, realizei duas perguntas: Você tem felicidade no trabalho que realiza? Você realmente é feliz? Quero que você leitor observe que para algumas pessoas a felicidade não existe! Em outra perspectiva, há pessoas que acreditam que a felicidade é resultado de uma construção e conquistada a cada novo dia. Interessante observar que para este segundo perfil de pessoa, a felicidade compreende não um estado constante, mas uma busca permanente. Mas o que é felicidade? É um estado afetivo ou emocional de sentir-se bem ou ainda, de sentir prazer pelo que está desenvolvendo. Procure demonstrar felicidade através de pequenos gestos no seu cotidiano, como um sorriso, por exemplo, um saudoso bom dia, um convite para almoço a uma pessoa que há muito tempo você não conversa, ou mesmo, praticar o exercício de reconhecer o esforço de um colega de trabalho. Que tal colocar em prática alguns destes desafios? Que tal terminar a leitura deste texto e buscar encontrar a felicidade em algo que está a sua volta? Ao procurar uma pessoa empreendedora, você deve lembrar que a característica de ser apaixonada pelo que faz estará em evidência, principalmente pelo aspecto de demonstrar felicidade do trabalho que desenvolve, no brilho dos olhos ao contar sobre o que faz e a relação emocional de fazer bem feito.

Embora algumas pessoas acreditem que o termo empreendedorismo é algo recente à literatura e ao atual cenário empresarial, passa a ser relevante enfatizar que os primórdios estudos e pesquisas foram realizados em 1950, por um importante estudioso da área da economia, Joseph Alois Schumpeter (1883/1950). O interessante é notar que desde os inícios dos estudos do empreendedorismo, sempre esteve constituído algumas fases que começam pela geração de idéias ou pela busca de oportunidades, seguidas do desenvolvimento de um plano de negócios ou de um planejamento estratégico, da busca de recursos financeiros e a ação de monitorar os resultados. Ao procurar um empreendedor lembre-se de constatar a seguinte equação: uma pessoa empreendedora é aquela que sabe realizar a junção da responsabilidade com o comprometimento, multiplicando o resultado desta soma com o talento pessoal e conquistando como resultado final, êxito na ação de empreender.

 
DEUS PODE TUDO POR VC!!

Talvez vc acordou meio desanimado, chateado com alguma coisa, quem sabe enfermo até mesmo? Uma frustração sem fim tomou conta de vc, e por conta disso tudo agora virou um caso "impossível” Seu coração anda dolorido? Onde está sua esperança?

Essa palavra vc não a conhece mais. Quero anima-lo, dizendo para vc que DEUS PODE TUDO!

Eu recebi esse texto um tempo atrás e moldei para a minha realidade e resolvi compartilhar com vc, espero que te abençoe  tanto quanto eu fui. Salmos 31.24

"Quando o sonho se desfaz, Deus reconstrói;

Quando se acabam as forças, Deus renova;

Quando é inevitável conter as lágrimas, Deus dá alegria;

Quando não há mais amor, lembre-se DEUS é Amor;

Quando a maldição é certa, Deus transforma em bênção;

Quando parecer ser o final, Deus te diz: Não é o fim!;

Quando a aflição quer persistir, Deus nos envolve com a paz;

Quando a doença assola, Deus é quem cura;

Quando o impossível se levanta, Deus o torna possível;

Quando faltam as palavras, Deus sabe o que queremos dizer;

Quando tudo parece se fechar, Deus abre uma nova porta;

Quando você diz: não vou conseguir, Deus diz: não temas, pois estou contigo; Quando o coração é machucado poar alguém, Deus é quem derrama o bálsamo curador;

Quando não há possibilidade, Deus faz o milagre;

Quando só há morte, Deus é a vida;

Quando a noite parece não ter fim, Deus faz nascer o amanhecer;

Quando caímos num profundo abismo, Deus estende sua mão e nos tira de lá; Quando tudo é dor, Deus dá o Refrigério;

Quando o calor da provação é grande, Deus dá a sombra da sua presença;

Quando o inverno parece infinito, Deus traz o verão;

Quando não existe mais fé, Deus diz: creia;

Quando estamos a um passo do inferno, Deus nos dá a direção do céu;

Quando não temos nada, Deus nos dá tudo;

Quando alguém diz que não somos nada, Deus nos diz que  faremos proezas nEle; Quando difícil se torna o caminhar, Deus nos carrega no seu colo. "DEUS PODE TUDO POR VOCÊ"

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 9 de 20