Banner

Cuidado com o golpe “saidinha de banco”

Há  uma quadrilha atuando na região aplicando um tipo de assalto chamado de “saidinha de banco”, onde os criminosos ficam atentos (vigiando) as ações bancárias realizadas dentro das agências, e passam por telefone celular as características da pessoa e quando ela sai à rua aplicam o assalto e /ou seqüestro relâmpago para execução de saques.

Eles procuram atuar em bancos movimentados, pois assim podem se misturar aos demais.

Esta semana, teve 3 casos em Ipatinga e a polícia está tentando prender os criminosos, e há indícios que o núcleo da quadrilha seja em Ipatinga.

 

Algumas dicas para prevenir este tipo de crime:

· Quando for sacar atentar/verificar se há alguém vigiando/olhando a transação que está sendo realizada;

· Evite saques de quantias altas;

· Evite contar o dinheiro sacado em local visível ao público e divida o dinheiro nos bolsos;

· Evite levar no momento do saque, crianças, sacolas/bolsas, pacotes, etc..;

· Atentar no momento da saída do banco se há alguém lhe seguindo, caso ocorra procure entrar em local movimentado e se for o caso chame a polícia;

· De preferência realizar transações bancárias e evitar o saque.

Importante multiplicar esta informação nas reuniões de comunicação das áreas para evitar que nossos empregados e/ou familiares sejam vítimas.

 
Crise Econômica não afeta Lucro das Empresas de Energia Elétrica

Carlos Alberto Serra Negra *

Elizabete Marinho Serra Negra **

 

Acrise econômica que se alastra em nível mundial teve origem nos estados unidos por causa, principalmente, de operações mal feitas no mercado imobiliário e bancário e que se alastrou por todo o mundo. No Brasil, empresas de todos os tamanhos e segmentos foram afetadas, algumas mais outras menos.

Na economia de um país há três situações, consideradas no geral, de acontecer com relação a sua atuação: a) pleno desenvolvimento – crescimento e expansão de todos os segmentos econômicos beneficiando todas as empresas; b) recessão – diminuição e retração de todos os segmentos econômicos afetando todas as empresas; c) crise – crescimento e expansão de algumas empresas, diminuição e retração de outras, de forma que nem todos os segmentos são afetados.

Portanto, devemos lembrar que o momento atual, iniciando em setembro de 2008, é considerado uma crise econômica, que afetou algumas empresas e outras não. Lógico que deve se ter em conta que muitas empresas não foram “aparentemente” afetadas porque tomaram medidas administrativas (e estratégicas) para conter a crise com sucesso.

Dessa forma, foi realizada uma pesquisa com o objetivo de apurar se a crise econômica mundial afetou as empresas brasileiras de capital aberto do segmento de energia elétrica no primeiro trimestre de 2009.

Utilizou-se como prática metodologia uma pesquisa classificada quanto aos objetivos como exploratória e quanto aos procedimentos como bibliográfica e de campo. O universo, e também a amostra, da pesquisa foi de 64 (sessenta e quatro) empresas brasileiras de capital aberto, ou seja, que estão inscritas na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e em operação na Bolsa de Valores de São Paulo (BOVESPA) do segmento de energia elétrica. Os dados de resultado (lucro/prejuízo) foram retirados das Informações Trimestrais (ITR) do site da CVM. Os dados de consumo e aumento tarifário de energia elétrica foram retirados do site da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL).

Na tabulação dos dados, para o período de 01/01/2009 a 31/03/2009 constatou-se que 7 (sete) empresas, representando 11% apurou prejuízo no período, enquanto que 57 (cinqüenta e sete) apurou lucro, representando 89% da amostra. Mesmo considerando a variação do porte das empresas de energia elétrica envolvidas, o prejuízo máximo de uma empresa foi na ordem de $ 67.405 mil (REDE ENERGIA) e o prejuízo mínimo chegou a $ 19 mil (FORPART).  Quanto aos lucros, a empresa que obteve maior lucro chegou ao valor de $ 336.242 mil (CEMIG) e o menor lucro foi de $ 88 mil (PROMAN). No cômputo geral as empresas tiveram uma média de $ 77.617 mil de lucro no período. Correlacionado esses resultados contábeis com a situação comercial do segmento, constatou-se que o consumo teve queda de 3,1% comparados com o primeiro trimestre de 2008 (residencial +5,9%, comercial +5,3% e o setor industrial -12,5%), em compensação teve aumento tarifário de energia elétrica em alguns estados (reajustes). A diretoria da ANEEL aprovou em 03/02/2009 reajuste das tarifas de energia de distribuidoras de São Paulo, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Espírito Santo, com média de 9,8%.

No Brasil as empresas foram afetadas pela crise econômica mundial. Algumas foram afetadas negativamente outras positivamente. Esperava-se que empresas com maior market-share (participação no mercado de uma empresa ou produto) seriam as mais afetadas negativamente. A pesquisa revelou que a crise econômica mundial não afetou os lucros das empresas brasileiras de energia elétrica no primeiro trimestre de 2009.

* Professores e Pesquisadores do Unileste-MG, Membros da Academia Mineira de Ciências Contábeis

 
O Aniversário da Mamãe

Tarcísio Barbosa

Todos os anos comemoramos a aniversário da mamãe que ocorre no dia 11 de setembro. Mesmo dia da derrubada das torres gêmeas lá nos EUA. Só que a mamãe nasceu bem antes destas ex-torres. Lá pelos idos de 1923. Portanto, este ano ela completou feliz 86 anos. Com mamãe gosta muito de uma festa, são três dias de comemorações.

Na quarta-feira, dia nove, como mamãe é muito religiosa, fomos todos à missa na Igreja de Fátima. Após a qual, toda a igreja cantou parabéns pra você pra mamãe. Depois fomos para a casa da mamãe conversar e tomar algo. Algo aqui não é “tomar algo de quem?”, conforme sói acontecer com muita gente. Algo aqui é uma bebidinha: cerveja, suco natural ou refrigerante.

Na sexta-feira, dia 11, aí sim, todos comemos bolo e cantamos parabéns pra você pra mamãe. Quase todos os nove filhos estavam presentes. Minha irmã veio de Goiânia para a comemoração, mas meu irmão, que mora em Salvador, este ano não pôde vir. Estava num congresso de Ortopedia no exterior. Outro irmão médico, que mora em Viçosa, teve que ir a BH para uma cirurgia no sábado, agendada por um hospital lá da capital. Intransferível! Todos nós sabemos que a vida de um médico é muito sacrificada, principalmente quando ele é extremamente dedicado a servir o próximo, como estes dois irmãos médicos. Nesta sexta-feira, além dos familiares, filhos e netos – netos em profusão – havia também muitos convidados.  Pessoas que convivem conosco há muitos anos. E que já fazem parte da família, pois sempre foram solidárias nos momentos de alegria e nos momentos difíceis. Mas quem acha que a festa acabou aí, enganou-se. Continuou no sábado.

No sábado, dia 12, houve o tradicional almoço de sábado. Só que desta vez acompanhado de um churrasco. Tudo na casa de campo de um dos meus irmãos. Todos muito à vontade. Tivemos o prazer de ter conosco muitos parentes. Várias primas de Senador Firmino e Paula Cândido. Todas belas! Na nossa família não tem mulher feia! Fato provado e comprovado através dos tempos. Ah, já ia me esquecendo da minha filha que mora em BH! Compareceu à festa, pois tem um carinho especial pela mamãe.

Muitas fotos foram tiradas. A família tem a fotografia como um hobby há muitos anos. Só para ficar de água na boca vou falar sobre o cardápio. Macarronada, arroz branco, bife ali na mesa, aliás, à milanesa. Tutu e salpicão. Salpicão com sal. Claro que não poderia faltar o pernil de porco assado. Afinal, estamos na Zona da Mata Mineira, onde se criam suínos desde sempre. O churrasco constou de asinha de frango, picanha e linguiça de açougue. De açougue para diferenciar daquelas industrializadas. Nem sempre saborosas.

Como bebida havia cerveja em profusão, refrigerantes e suco. Claro que havia uma garrafa da branquinha, meio que escondida, que ninguém é de ferro. E sendo Minas o maior produtor de cachaça do país - dos melhores sabores – ela não podia faltar. Apesar de a mamãe não aprovar esta bebida.

Assim transcorreu este ano o aniversário da mamãe. Clima de festa, de solidariedade, de amizade, de confraternização. Ano que vem tem mais.

Venha festejar conosco.

 
27 de Setembro Dia da Caridade e de São Vicente de Paulo

Importa-nos considerar que Deus é Amor, é Caridade; e é por isso que, quanto mais existe caridade num homem, mais vive Deus, nele.

Daí que, não é possível negar a importância e o alcance das obras de misericórdia nascidas da fé que tem lugar insubstituível, na configuração social e política de diferentes sociedades e cultura: “Amor ao próximo”.

Em 1855 o Papa declarou São Vicente, patrono de todas as obras de caridade, sob as bênçãos da Virgem Maria. Bem aventurados sejam e em qualquer tempo: Homens e Mulheres seguidores de São Vicente de Paulo; Confrades e Consocias, respectivamente.

 

A Caridade por Princípio

A Comunidade Católica do Pólo Regional do Vale do Aço, Diocese Itabira-Fabriciano - Zona 3, entre muitas iniciativas marcadas pela virtude teologal: Amor a Deus e ao próximo (A caridade por princípio), ela, através dos membros da “SSVP”, e a partir da década de 70 conta com estas obras promocionais em favor dos ídolos e abandonados: Lar dos Idosos- Fabriciano, com 50 leitos, Lar da Divina Misericórdia com 70 leitos -Ipatinga; Sodalício Tio Questor, com 30 leitos - Timóteo, hoje sob o domínio da Prefeitura e a Cidade do menor - Cel. Fabriciano, direcionada para a Educação e Formação Profissional de Jovens, de ambos os sexos. Não se pode negar a importância e as dimensões das ações e caridade praticada pelos vicentinos. Foi a partir da criação do Conselho Regional em 1969, e abrangendo 8 municípios, que se materializaram as grandes

 

Waldetaro Vitorino Dias (Vavá)*

(*) A quem coube em 1969, instalar e presidir o Conselho Regional do Vale do Aço, da Sociedade São Vicente de Paulo, com âmbito em 8 municípios. 40 Anos da criação do Conselho Regional do Vale do Aço.

 
<< Início < Anterior 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 Próximo > Fim >>

Página 14 de 22