Banner

Título em disputa

Último domingo de novembro, penúltima rodada decisiva do Brasileiro da Série A e última rodada da Série B. A CBF antecipou alguns jogos das duas séries, partidas que cumprem tabela, indeferem os seus resultados na classificação ou descenso.

A disputa pelo título está em aberto, assim como uma das vagas para a Copa Libertadores.

O campeonato da Série A deste ano foi talvez o mais equilibrado na era dos pontos corridos. Não que tivesse um nível técnico superior aos demais, mas na igualdade entre os times que chegaram na frente. Equipes com duas a três peças importantes, ou seja, jogadores que fizeram a diferença dentro do esquema tático de cada um. Não tivemos nenhum time espetacular, que nos enchessem os olhos, que brilhasse intensamente, que fosse disparado o melhor do Brasil.

Os seis primeiros colocados, perderam jogos importantes, deixaram escapar pontos preciosos durante a competição: o Cruzeiro na 1ª fase, o Internacional sob o comando de Tite; Goiás, Atlético, Palmeiras, São Paulo e Flamengo, este numa arrancada ótima no segundo turno, até o jogo com o Goiás, no Maracanã lotado, todos vacilaram.

O Atlético teve grandes oportunidades de assumir a ponta, mas faltou-lhe equilíbrio nos momentos decisivos. Foram quatro chances e todas desperdiçadas. No caso do Galo, vale lembrar, que foi uma soma de fatores que ocasionaram a sua queda. As maiores dificuldades foram dentro do Mineirão, onde não conseguiu jogar nos momentos decisivos. Perdeu uma das maiores oportunidades de chegar ao título. Contudo, o time ficou na média dos seis primeiros colocados.

“Vencer ou ganhar” do Palmeiras representa permanência no G4 para o Galo, que pode assegurar a sua vaga se passar pelo Corinthians na última rodada. Como se vê, o Galo ainda só depende dele para ficar com a quarta vaga. O Internacional “corre por fora” na busca do título quando todos apostam suas fichas no São Paulo ou Flamengo. Teoricamente os jogos do Inter são mais fáceis. Não se pode afirmar nada, o campeão, só depois da rodada.

* O Tigre tem que vencer o Vasco Campeão, não importa se o time é reserva ou titular. A vitória deixa o time na Série B indiferente dos outros resultados. É o jogo da vida de cada atleta do elenco e comissão técnica. Fica a corrente positiva de toda a população da região; todos na torcida pelo Tigre.

* O ipatinguense Alberto Valério, 23 anos, começou sua trajetória na escolinha do Kart Clube de Ipatinga, é postulante a uma vaga na Fórmula 1 em 2010. Ele segue negociando com equipes da principal categoria do automobilismo mundial, para piloto de testes. Na fórmula 3 Sul-Americana, foi campeão em 2005, passou para a Fórmula 3 Inglesa e desde 2008, está na GP2. A GP2 é a principal categoria de acesso à Formula 1.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 10 de 24