Terça, 24 de Maio de 2022
25°

Poucas nuvens

Ipatinga - MG

Dólar
R$ 4,78
Euro
R$ 5,13
Peso Arg.
R$ 0,04
Esportes Copa do Brasil

Classificação dramática do Cruzeiro na Copa do Brasil

Rafael Cabral foi o grande herói da classificação com quatro pênaltis defendidos

13/05/2022 às 00h50 Atualizada em 13/05/2022 às 00h53
Por: Jornal Classivale Fonte: Repórter Wander Santos
Compartilhe:
Foto: Divulgação Assessoria/Cruzeiro
Foto: Divulgação Assessoria/Cruzeiro

Maior vencedor da competição, o Cruzeiro teve pela frente um adversário duro, numa partida em que foi superior o tempo todo.

O Remo venceu a partida de ida por 2 a 1 e restava ao Cruzeiro ganhar por 1 gol e levar para os pênaltis ou com 2 gols de diferença para passar de fase.

 Deu 1 a 0  gol de Edu no tempo normal e nos pênaltis brilhou o goleiro  Rafael Cabral com quatro defesas.

O Cruzeiro precisando vencer foi com tudo pra cima do Remo.  O técnico Paulo Pezzolano colocou o time no ataque para buscar o gol, dominou as principais ações ofensivas. O Remo conseguiu suportar a pressão, pouco ofereceu perigo à meta celeste.

 A Raposa teve chances, arriscou chutes de média e longa distância, já que o clube do Remo estava todo compactado na defensiva. A melhor do time celeste foi aos 31 com Lucas Oliveira, que acertou o travessão. O time paraense teve uma oportunidade num lance de vacilo de Rafael Cabral, que quase complicou aos 41 minutos e deu um grande susto na torcida. Ele dominou a bola dentro da área, mas deixou escapar em direção a Brenner, ele ainda conseguiu de carrinho afastar antes que a bola chegasse no atacante do Remo.

Para o segundo tempo a proposta do Cruzeiro não mudou, manteve-se no ataque o trocou Geovane por Daniel Júnior e Luvanor por Rodolfo. Aos 12 quase o gol do Cabuloso na finalização de Daniel.

 O gol veio aos 30 minutos com Edu que livre dentro da área aproveitou  o cabeçada de Rafael Silva em direção ao gol e mandou para o fundo das redes fazendo 1 a 0.

O time azul continuou na pressão, amassando o Remo em busca do segundo gol, mas as finalizações foram erradas e a decisão foi para os pênaltis.

O drama da torcida celeste quando Edu errou a primeira cobrança e Marlon, do Remo, chutou e Rafael Cabral defendeu, Eduardo Brock numa cobrança forte colocou o Cruzeiro na frente, Bruno Alves igualou ao marcar para o Remo. Rodolfo foi pra bola e chutou no meio do gol, Cruzeiro 2 a 1. Na cobrança seguinte, Vanilson deixou tudo igual, 2 a  2. Daniel Junior cobrou com perfeição e fez Raposa 3 a 2. Leonan  na quarta cobrança bateu e Rafael Cabral defendeu. Na quinta cobrança, Rafael Silva desperdiçou e Paulinho Caruá marcou para empatar 3 a 3. Abrindo as cobranças alternadas, Zé Ivaldo chutou para fora. Lailson  cobrou e Rafael Cabral mais uma vez defendeu, 3 a 3. Lucas Oliveira com categoria não errou e pôs o Cruzeiro na frente outra vez, 4 a 3. Anderson Uchôa não deu chances e mandou no ângulo empatando em  4 a 4. Rafael Santos com muita convicção guardou. Raposa 5 a 4. O Remo com Everton Sena foi para a cobrança e Rafael Cabral brilhou novamente e defendeu. O grande herói da classificação com quatro pênaltis defendidos. Cruzeiro Fenomenal 5 a 4, classificado e embolsou 3 milhões de reais. Festa da torcida celeste.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ipatinga - MG Atualizado às 11h40 - Fonte: ClimaTempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 19° Máx. 29°

Qua 29°C 20°C
Qui 29°C 21°C
Sex 30°C 20°C
Sáb 31°C 20°C
Dom 24°C 15°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Ele1 - Criar site de notícias